🔰 - BOLSOMINIONS ATACARAM A DILMA EM BH

🔰 - SHOW DE HUMORISTA CONHECIDO POR IMITAR DILMA É INTERROMPIDO E TEM PRESENÇA DA PM APÓS CRÍTICA A BOLSONARO: ‘SEGUIREI FIRME’ 

MATÉRIA DE, BHAZ

Um show do humorista Gustavo Mendes, conhecido por interpretar a ex-presidente Dilmar Rousseff (PT), foi interrompido e teve a presença da Polícia Militar após o artista realizar críticas ao atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). A atração ocorreu na noite de sexta-feira (30) no Expominas de Teófilo Otoni, na região do Vale do Mucuri, em Minas.
.
Em determinado momento da apresentação, o humorista foi interrompido por parte da plateia, insatisfeita por críticas feitas ao governo Bolsonaro. Gustavo Mendes, então, discutiu com as pessoas insatisfeitas e disse que elas poderiam sair da atração que receberiam o dinheiro da entrada de volta.
Em seguida, por volta das 21h30, a Polícia Militar foi acionada por três solicitantes. Eles afirmaram que o artista disse, durante a apresentação, que os eleitores de Bolsonaro são “idiotas, imbecis, medíocres e pau no c*”. 
Relataram, ainda, que Gustavo Mendes ordenou que a segurança do local retirasse os insatisfeitos da plateia. O BHAZ tentou confirmar essa informação com a produção do humorista, mas não obteve sucesso até esta publicação.

Os militares ainda conversaram com o produtor do artista, Arnaldo da Silva Almeida, que afirmou que as críticas fazem parte do show. Por fim, os policiais relataram que, devido ao grande número de pessoas que ainda estavam na apresentação, não foi possível conversar diretamente com Gustavo Mendes.

‘Censura’

Na tarde deste sábado (31), Gustavo Mendes publicou um vídeo para se manifestar sobre o ocorrido (leia o posicionamento na íntegra abaixo). “Parte da plateia, insatisfeita com as piadas sobre Bolsonaro se sentiu no direito de dizer o que eu posso ou não posso falar nos meus shows. E Isso nunca, amiguinhos, nunca vai acontecer, porque isso se chama censura e eu não vou aceitar essa tentativa de intimidação”, afirmou.

O Humor é sempre OPOSIÇÃO. Esse é o papel do artista e principalmente o do comediante: incomodar os poderosos. Onde estavam essas pessoas quando eu debochava da Dilma? Debochava do Temer?”, questionou em outro trecho ao criticar o governo Bolsonaro e citar exemplos da “onda de intimidação à liberdade de expressão”, tais quais vaias a Roger Waters, do Pink Floyd, e Cateano Veloso.

Professores são filmados por alunos que se acham no direito de ser uma patrulha ideológica; e por aí vai”, complementa. “

”, afirma, em outro trecho.FONTE ORIGINAL DESSA MATÉRIA NO SITE;  BHAZ
😲LeitorQual a sua reação?
0 Responses

Upvote

Funny

Love

Surprised

Sad

SE VOCÊ E CONTRA AS MATÉRIAS JORNALISTICAS DA GLOBO!
AJUDE O BRASIL  ASSINE A PETIÇÃO

Participe clicando no Botão Abaixo
Palavras ao Vento " CASI 
VEJA TAMBÉM  
🔰 - TROMPETISTA VOLTA A APARECER AO VIVO NA GLOBO DE NOVO
.
🔰 - STF COM MEDO DOS BOLSOMINIOS FANÁTICOS MANTEM DESLOCAMENTO ESCONDIDO.
🌐- DETECTAMOS RABO PRESO, CONTRA LULA, TRF4 VIOLA REGRAS E ARTICULA PARA NOVA CONDENAÇÃO